Jornal do Comendador – Abril a Junho de 2018

Fique por dentro de todas as novidades do nosso hospital através do Jornal “O Comendador“. Nesta edição, você poderá conferir as matérias sobre o aniversário de 89 anos do Hospital Maria Lucinda, atividades da Semana de Enfermagem e Serviço Social e muito mais.

Voluntários do Maria Lucinda  comemoram o Dia Nacional do Voluntariado

“dedicação+amor =voluntariado”

Em clima de grande festa,  uma equipe de voluntários do Hospital Lucinda  com camisetas  e  placas , participou hoje (28/08), do Dia Nacional do Voluntariado, promovido pelo Transforma Recife, uma plataforma de incentivo ao voluntariado que faz a ligação entre ONGs  na capital pernambucana. A ação foi realizada em diversos pontos da Av. Agamenon Magalhães com maior concentração no Voluntariômetro, que fica próximo à ponte de Joana Bezerra.

Bernadete Lima, voluntária do Maria Lucinda, há três anos, expressa a sua alegria ao ver tantas pessoas reunidas que compartilham do mesmo sentimento: amor ao próximo. “Estou muito feliz. Amo ser voluntária é muito bom  ver que existem muitas pessoas que querem ajudar  ao próximo. Ser voluntário é realmente maravilhoso. Posso afirmar com toda certeza que é melhor dar do que receber”, pontuou.

“A cidade que sonhamos é construída com a participação de todos. O Transforma Recife potencializa esse sentimento com a união de ONGs, Voluntários e do poder público. De forma inovadora, o sonho se torna realidade na cidade ”, afirmou,  Geraldo Júlio, Prefeito do Recife.


Atividade voluntária no Maria Lucinda
– Para se tornar voluntário do Hospital Maria Lucinda é necessário ter mais de 18 anos e disponibilizar, semanalmente, no mínimo, quatro horas. Mais informações podem ser obtidas com a secretária da Sahima, Renata Costa, através do 81 3267-3756.

 

Projeto do Hospital Maria Lucinda em prol das pessoas que cumprem penas alternativas recebe apoio do TJPE

Flickr do TJPE

O Hospital Maria Lucinda foi uma das seis instituições pernambucanas contempladas com uma verba oferecida pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) para o financiamento de projetos sociais desenvolvidos em prol das pessoas que cumprem penas alternativas. O alvará para o recebimento do benefício no valor de R$ 22 mil, foi entregue a coordenadora do Serviço Social do Hospital, Fátima Santana, durante cerimônia realizada no dia 17 de julho, no Palácio da Justiça. A solenidade também contou com as presenças das irmãs de caridade Poliana Cabral e Ana Maria.

A cerimônia foi presidida pelo desembargador Adalberto de Oliveira Melo, atual presidente do TJPE e contou com as presenças do diretor-Geral da Escola Judicial de Pernambuco, o desembargador Jones Figueirêdo Alves; o assessor da Presidência, juiz João Targino; o titular e a substituta da Vepa, juiz Flávio Fontes e juíza Marylúsia Feitosa; respectivamente; além do presidente interino da Assembleia Legislativa de Pernambuco, o deputado Pastor Cleiton Collins.
De acordo com Fátima Santana, o projeto intitulado Inserir para Transformar foi criado em outubro de 2017, pelos profissionais do Serviço Social com o objetivo de oferecer às pessoas que chegarem ao Hospital para o cumprimento de penas alternativas. “É uma oportunidade de ressocialização diferenciada. Sempre recebemos pessoas para o cumprimento dessas penas e o desejo do Serviço Social era criar um projeto destinado a esse público. Não queríamos que essas pessoas executassem apenas determinadas tarefas, e sim que se tornassem pessoas melhores em todos os sentidos. Foi então que criamos esse trabalho que oferece oficinas de reciclagem, promove palestras educativas e outras atividades”, destacou.
Na ocasião, o presidente Adalberto de Oliveira agradeceu a confiança e parabenizou cada instituição pelos trabalhos sociais desenvolvidos. “Iniciativas como essa demonstram o compromisso de todos em busca de ressocialização, melhor qualidade de vida e redução da violência em nosso Estado. Torcemos e estamos trabalhando por mais parcerias nesse sentido”, afirmou.
O magistrado também destacou o processo para a escolha das instituições, conduzido pelo juiz Flávio Fontes e por integrantes da Vepa. “Entre os critérios, foi levado em consideração, o reconhecido trabalho na temática de inclusão de prestadores de serviços à comunidade. Foram priorizadas as instituições que atuam diretamente na execução penal, na assistência à ressocialização de pessoas em cumprimento de penas, na assistência às vítimas de crimes e à prevenção da criminalidade”, lembrou o presidente do TJPE.
Projeto – Além da Fátima Santa, também participaram da criação do projeto a psicóloga Andrea Christiane; a pedagoga Lígia Rebelo; e a assistente social Valdenize Andrade.

Prevenção: adultos também precisam tomar vacinas

No período de 06 a 31 de agosto, o Ministério da Saúde (MS) vai promover a “Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo 2018”. A ação, que terá o seu “Dia D” de imunização no sábado (18 de agosto), envolverá todos os postos de saúde do Brasil e tem como alvo crianças e adultos.

A primeira dose da vacina deve ser tomada aos 12 meses; a segunda, entre 4 e 6 anos de idade – ou até os 29 anos, caso a pessoa tenha pulado o reforço. Dos 29 aos 49, a dose é única.  A partir dos 50 anos, o MS considera que a pessoa já foi exposta ao vírus.

Vale lembrar que a vacina é contraindicada apenas para gestantes, pessoas com imunidade baixa, crianças expostas ou infectadas pelo vírus HIV e pacientes com história de crise alérgica grave após aplicação de dose anterior.

Atualmente, o Ministério da Saúde preconiza cinco vacinas para adultos entre 20 e 59 anos: Hepatite B, Tríplice Viral (sarampo, caxumba e rubéola), Dupla adulto (DT – dupla- difteria e tétano). Além dessas, são recomendadas a Influenza e as que não são obrigatórias, mas podem ajudar na imunidade, tais como a vacina contra pneumonia e meningite.

Por isso, caso você não tenha recebido alguma dessas vacinas, basta ir ao posto de saúde mais próximo e atualizar sua caderneta de vacinação!

Funcionários do Hospital Maria Lucinda participam de treinamento

Visando capacitar os porteiros e monitores de vídeo para que possam desempenhar suas funções com excelência, o setor de Hotelaria do Hospital Maria Lucinda, sob a coordenação de Maria Silva, promoveu mais uma capacitação, no dia 30 de junho, no Centro de Estudos.

A programação do evento que reuniu 30 profissionais contou com as palestras: Segurança patrimonial, ministrada pelo consultor em segurança patrimonial Gabriel Pereira (manhã) e Atendimento ao cliente, proferida por Marina Silva (tarde). Os participantes também desfrutaram de café da manhã, coffee break e almoço.

De acordo com Marina Silva, o objetivo do treinamento foi capacitar os funcionários para que eles possam refletir os padrões de ética e qualidade no atendimento buscando desempenhar um serviço de segurança com ação ostensiva e preventiva para garantir a excelência na prestação dos serviços oferecidos aos usuários e funcionários da instituição.

Hospital Maria Lucinda comemora a 5ª edição da Semana do Meio Ambiente

Quando o assunto é preservação do Meio Ambiente, o Hospital Maria Lucinda é destaque entre as unidades hospitalares do Estado. Além de economizar energia através do sistema do uso de placas solares, a instituição também investe na coleta seletiva do lixo e possui um coletor para que o descarte do óleo de cozinha seja feito de forma sustentável. Além disso, o Maria Lucinda contará com uma Oficina de Reciclagem direcionada para os funcionários.

Todos os anos, o hospital ainda realiza uma série de atividades em comemoração à Semana do Meio Ambiente. Nesta quinta edição, a data foi comemorada entre os dias 18 e 21 de junho, com uma programação que contou com palestras e a IV exposição de trabalhos produzidos com materiais reciclados e confeccionados pelos próprios funcionários.

O encerramento da programação foi realizado no Centro de Estudos, com uma palestra sobre o tema: Vamos acabar com a poluição plástica nos oceanos, ministrada pela Supervisora de Educação e Saúde Ambiente do Distrito Sanitário III Solange Mota; pela biológica residente da UPE Maria Isabel Ferreira, e doutorandas da UPE Laís Holanda e Laiz Araújo. O evento reuniu gestores, profissionais de saúde, demais funcionários, irmãs de caridade, pacientes e acompanhantes.

Marina Silva, uma das organizadoras da Semana do Meio ambiente e coordenadora do projeto, afirma que o objetivo dessas atividades é mobilizar tanto os funcionários quanto todas as pessoas que chegam à instituição para importância da preservação do Meio Ambiente. “Dessa forma, acreditamos que cada um pode se tornar multiplicadores, incentivando e educando seus filhos e familiares, agregando valores e conhecimento em prol da manutenção dos recursos naturais”, declarou Marina.

 

 

“Arraiá” esquenta os pacientes da Fisioterapia do Maria Lucinda

A humanização é um dos pilares de sustentação do Hospital Maria Lucinda há 89 anos de sua história.  E neste mês da tradicional festa dos nordestinos, profissionais do setor de Fisioterapia promoveram, no dia 14 de junho, no auditório do Educandário Casa da Providência, um grande “arraiá” para que os pacientes entrassem no clima junino e esquecessem as dificuldades de suas enfermidades.

No evento, que reuniu muitos pacientes, gestores e colaboradores de diversas áreas da instituição, a animação foi embalada ao ritmo do forró pé-de-serra, e para completar o clima, foi montada uma mesa com comidas típicas com canjica, milho, pamonha, bolo, mungunzá e, para encerrar, uma improvisada quadrilha foi formada com muitos participantes.

“Fizemos a festa com muito carinho com o objetivo de promover um momento agradável para os nossos pacientes e a alegria estampada no rosto de cada um mostrou que alcançamos a meta. Agradecemos a Deus pela oportunidade, aos funcionários do Hospital e da Casa da Providência por todo o apoio, além de um agradecimento especial aos nossos pacientes, pois sem a presença deles essa festa não seria possível. A felicidade deles é o nosso combustível para continuar fazendo o melhor”, afirmou a fisioterapeuta Marcella Macário, uma das organizadoras do “arraiá.”

Hospital Maria Lucinda comemora 89 anos com Missa em Ação de Graças

Diretores do Maria Lucinda

Os sentimentos de gratidão, alegria e entusiasmo eram visíveis entre os gestores, funcionários, pacientes e irmãs de caridade que participaram da Missa em Ação de Graças, em comemoração aos 89 anos de serviços prestados aos mais necessitados, que buscam atendimento no Hospital Maria Lucinda, celebrada pelo Padre Marcelo Silva, no dia 13 de junho, na Capela do Colégio Virgem Poderosa.

Para saudar os presentes a irmã Fabíola, diretora financeira, falou da felicidade que sentia, e acreditava ser comum a todos que fazem parte da família Maria Lucinda, com muita dedicação e disposição de fazer a cada dia o melhor as centenas de pessoas carentes.

Durante a liturgia, o Padre Marcelo Silva reforçou o cuidado de Deus com a instituição e falou da importância da fé.  “Jesus nos ensina a acreditar que Deus está agindo a nosso favor. Ele nos mostra, através da sua palavra, que apesar das nossas falhas tem cuidado de nós”, pontuou. O Padre também citou a passagem de Filipenses 4:6 em que o apóstolo Paulo afirma que não devemos andar ansiosos. “É nisso que devemos nos apegar, pois o ansioso deixa de ver muitas coisas e, principalmente, de agradecer. Temos apenas que continuar fazendo o nosso melhor, pois o resultado sempre aparece”, reforçou.

Em seu discurso o superintendente do Hospital Maria Lucinda, Luiz Alberto Araújo, falou emocionado da alegria em poder presenciar as conquistas do hospital que ainda tem muito a crescer. “A trajetória do hospital é marcada por vitórias e conquistas. Temos orgulho de participar dessa instituição. A ‘semente’ plantada pelo comendador Manoel da Silva Almeida cresceu, prosperou e tem dado fruto cada vez maior. É importantíssimo continuarmos com a dedicação, amor ao próximo, humanismo e ética. Esses são os pilares de sustentação e ensinamentos que nossos antecessores nos deixaram. Esse espírito é o maior legado dessa instituição, da Família Maria Lucinda”, declarou.

Já o presidente do Hospital, Arnaldo Almeida, falou da sua alegria em estar à frente da instituição e parabenizou todos os funcionários. “Hoje é um dia de muita alegria. Eu sou eternamente grato a Deus por ter me concedido a oportunidade de dar continuidade a essa obra que tem ajudado pessoas de diversas localidades. Hoje também é dia agradecer aos funcionários, pois tudo que conseguimos fazer é fruto da união e dedicação de cada um”, afirmou.

A diretora administrativa, Ana Cristina, também fez agradecimentos. “Os 89 anos do Maria Lucinda têm um significado especial para cada um de nós. É, sem dúvidas, a prova do cuidado de Deus, pois passamos por muitas dificuldades e sem a ajuda d’Ele não seria possível chegar até aqui. O nosso plano agora é caminhar para o 90° aniversário e depois para o 100°. Para isso, contamos com a dedicação de todos nossos colaboradores “ressaltou.

“Eu só tenho a dizer que estou muito fez por ainda continuar trabalhando aqui. Acredito que sou uma pessoa privilegia, pois apesar da idade avançada, ainda tenho saúde para cooperar com o crescimento desta instituição que trata os pacientes com dignidade, amor e carinho. Nossa expectativa é continuar crescendo”, finalizou a neta do fundador e presidente da SAHIMA, Irene Almeida.

A programação também contou com muitos cânticos, declamação de poesia e uma paródia em homenagem ao aniversário. Todas essas atividades foram feitas pelos próprios funcionários.

Ao final, foi servido um almoço, e realizado o tradicional corte do bolo, no auditório do Colégio. A decoração junina, desenvolvida especialmente para o evento, foi assinada pelo setor de Hotelaria.

 

Página 1 de 612345...Última »