Maria Lucinda recebe doação de EPIs para atendimento a pacientes com coronavírus

O Hospital Maria Lucinda recebeu, nessa segunda-feira (6), a doação de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) que vão intensificar a proteção de funcionários e pacientes nos atendimentos durante a pandemia de coronavírus (Covid-19). Através de um ato de generosidade que partiu de empresários da iniciativa privada, 50 máscaras de proteção facial reutilizáveis do tipo face shield foram entregues no hospital.

As máscaras, que foram criadas utilizando impressoras 3D, servem como um escudo facial que cobre todo o rosto de médicos e enfermeiros com uma espécie de viseira de plástico e acrílico. O material é uma barreira física que protege os profissionais do contato com secreções da tosse ou espirro de pacientes possivelmente contaminados.

 

Máscaras protegem todo o rosto dos profissionais de saúde

A doação partiu do Núcleo Internacional de Associação de Comerciantes (Niac Brasil), presidido pelo empresário Nelcy Campos Filho. A instituição possui um núcleo social responsável por realizar ações solidárias em todo o país, sob presidência de João Corte Magalhães, que também foi o coordenador da confecção das máscaras em sua fábrica de impressões em 3D. Os dois empresários realizaram a entrega pessoalmente no Hospital Maria Lucinda.

“É uma ajuda espontânea, pois estamos envolvidos em várias ações sociais. Fomos motivados pelo espírito de solidariedade para ajudar o próximo. Qualquer ação social necessária em que eu puder ajudar, ajudarei com satisfação. Os profissionais de saúde são os nossos verdadeiros heróis”, disse Nelcy Campos Filho.

De acordo com a coordenadora de Enfermagem do Maria Lucinda, Jackeline Diniz, os equipamentos serão utilizados por profissionais da emergência, UTI Geral e da Casa de Saúde, locais que recebem maior número de pacientes com suspeita de Covid-19. As máscaras são de uso individual e podem ser reutilizadas após esterilização. “Utilizando uma solução com água e sabão ou uma substância específica de limpeza, é possível usá-las novamente de forma 100% segura, garantindo uma vida útil maior desses EPIs”, explicou.

 

Nelcy Campos Filho (e) e João Corte Magalhães (d) foram os responsáveis pela doação das máscaras ao Maria Lucinda

 

O superintendente do Hospital Maria Lucinda, o cirurgião pediátrico e urologista Luiz Alberto Pereira de Araújo, agradeceu a doação e apontou a necessidade da ajuda das empresas e da sociedade civil neste momento. “Com certeza, todas as máscaras serão bastante úteis no combate a essa pandemia que estamos passando. O Hospital Maria Lucinda agradece esse gesto de solidariedade e de filantropia do Núcleo Social do Niac Brasil”, afirmou Luiz Alberto.

Você também pode entrar nessa corrente do bem em prol do Maria Lucinda. Para doar, ligue (81) 2123.4040 ou faça sua doação de qualquer valor através do Banco Bradesco: Agência 2518, Conta Corrente 0001456-7, CNPJ 09.676.633/0001-02.

Enfermaria Pediátrica do Hospital Maria Lucinda é reinaugurada com recursos exclusivos de doações

O serviço deve receber mensalmente, em média, cerca de 150 crianças

“Este momento marca mais um avanço da Fundação Manoel da Silva Almeida. Que alegria! A entrega deste projeto é um sonho dos pediatras, da diretoria, de todos que contribuíram direta e indiretamente e daqueles que trabalham e, principalmente, que usufruem dos nossos serviços, porque mais uma vez investimos na qualidade para melhorar, cada vez mais, o nosso atendimento”. Foi com essas palavras que a diretora financeira do Hospital Maria Lucinda, Irmã Fabíola Alencar, abriu a solenidade de reinauguração da Enfermaria Pediátrica, realizada no dia 4 de março.

O evento foi prestigiado por gestores, profissionais de saúde, funcionários da instituição, pacientes e doadores que contribuíram com a reforma da enfermaria. O espaço, que homenageia São Vicente de Paulo, o padroeiro das obras de caridade, conta com 25 leitos destinados a pacientes de 0 a 14 anos, Sala de Evolução, Sala de Residentes, Posto de Enfermagem e Lactário, além de um  espaço destinado para preparo, higienização e distribuição de alimentos.

O presidente do Hospital Maria Lucinda e bisneto do Comendador Manoel de Almeida, Arnaldo Almeida, fez um depoimento bastante emocionado. “Neste ano, completaremos 91 anos de serviços prestados e já estamos recebendo um presente antecipado. A reforma deste espaço é um grande presente. O que antes era apenas um pavilhão de atendimento se transformou em um espaço humanizado e bastante acolhedor. Muito obrigado a todos os doadores!”, declarou.

Irene Almeida, presidente da SAHIMA e neta do fundador da instituição, também expressou a sua gratidão. “Eu acompanhei este lugar desde o começo e é muito lindo vê-lo deste jeito. Antes as paredes eram brancas, frias, nada convidativas, agora temos todas essas cores. Ajuda a deixar a enfermaria mais alegre”, declarou.

O superintendente Luiz Alberto Araújo fez muitos agradecimentos. “O Maria Lucinda é o berço da pediatria do Recife e ficamos muito gratos pela modernização dele. Aqui, oferecemos atendimentos pelo SUS, com o padrão de qualidade mais alto dentro da medicina. Gostaria de fazer um agradecimento especial ao empresário Roberto Borba, proprietário da Loja do Condomínio, que contribuiu com quase 50% do valor gasto para as reformas. Só conseguimos realizar esta obra grandiosa graças a sua colaboração e a de todos que abraçaram essa grande causa”, ressaltou.

“Hoje é dia de festa e meu sentimento é de gratidão. Agora temos um espaço extremamente colorido, equipado e bem agradável para receber nossos pacientes. Nosso muito obrigada a todos que contribuíram doando ou executando a obra!”, agradeceu a diretora administrativa, Ana Cristina Passavante.

Na ocasião, Roberto Borba destacou a satisfação em contribuir com o hospital. “Frequento as missas da Capela do Colégio Virgem Poderosa e, quando recebi o convite para colaborar com a reestruturação deste espaço, não pude deixar de ajudar. Acho que fiz meu papel enquanto cristão. Os custos aplicados aqui não cobrem todo o amor depositado neste lugar. Para mim, é uma alegria participar dessa obra que vai beneficiar tantas crianças. O nosso objetivo é continuar ajudando. Podem contar conosco”, pontuou.

Ao final, o padre Marcelo Silva, capelão da instituição, fez a oração do Pai Nosso e abençoou o espaço. Em seguida, foi feito o descerramento da placa em homenagem a dona Rita Cândida, mãe do empresário, que também estava presente no evento. A homenageada afirmou que não merecia tamanha homenagem. “Agradeço de coração, abracei o Maria Lucinda com todo o meu amor, porque aqui se faz o bem aos que mais precisam. E que mais obras possam ser feitas neste lugar tão abençoado”, finalizou.

 

UPA Nova Descoberta comemora 9 anos registrando mais de 1,4 milhão de atendimentos

No ano em que o Hospital da Família Maria Lucinda completa 91 anos, a filosofia implantada pela Fundação Manoel da Silva Almeida desde o começo, de cuidar com qualidade humanizada os pacientes que chegam à unidade,  ratifica que é possível sim fazer cada vez melhor.

A UPA Solano Trindade, mais conhecida como UPA Nova Descoberta, completou, neste mês de fevereiro, 9 anos de atividades alcançando todas as metas estabelecidas pela Secretaria Estadual de Saúde e contabilizando números expressivos no atendimento. A unidade, que pertence ao cinturão Oeste, realizou neste período 1.467.873 atendimentos de urgência e emergência nas especialidades de clínica médica, pediatria, odontologia e traumato-ortopedia.

Para celebrar a data, os gestores reuniram colaboradores, representantes da Fundação Manoel de Almeida e do Hospital Maria Lucinda no dia 17 de fevereiro, dentro da unidade, para agradecer pelo empenho e dedicação por mais essa conquista.

“Hoje é dia de agradecer. Agradeço ao esforço de todos os colaboradores no dia a dia. Reconhecemos que cada um de vocês contribuiu diretamente para alcançarmos todas as metas. E isso reforça que somos uma unidade comprometida em dar sempre o melhor”, declarou o Coordenador Geral, Daniel Akel.

Paulo Magalhães, Coordenador Médico, também elogiou o trabalho e parabenizou os colaboradores. “Quero agradecer a todas as equipes que têm trabalhado com dedicação. Vocês são responsáveis pelo resultado positivo alcançado ao longo desses 9 anos. Em nome da diretoria da UPA, recebam nossa gratidão”, afirmou

“Fico muito feliz por fazer parte desta família, primeiramente pela família Maria Lucinda, porque se não fosse pelo esforço deles, nem estaríamos aqui; e segundo, a cada um de vocês que fazem o dia a dia da UPA Nova Descoberta. Nosso trabalho não é simples, porque se trata de uma emergência, mas procuramos fazer o nosso melhor, com muita dedicação, por isso tem dado certo. Parabéns a todos!””, disse o Coordenador Administrativo, Júnior Passavante.

A Diretora Administrativa do Hospital Maria Lucinda, Ana Cristina Passavante, também reforçou sua gratidão a todos que compõem a UPA. “Foi com muita dedicação que assumimos esta gestão e podem ter certeza que, se depender do Maria Lucinda, não vamos poupar esforços para continuar gerindo e ajudando a unidade no que for preciso. Somos gratos pelo empenho de todos vocês. Temos certeza de que o apoio de vocês foi fundamental para chegarmos hoje, comemorando. Parabéns a cada um de vocês!”, declarou.

A Diretora Financeira da Fundação Manoel de Almeida, Irmã Fabíola Alencar, encerrou os discursos ressaltando a importância de cada colaborador e a sua alegria pelo trabalho que a UPA tem realizado. “Quando vejo as apresentações mensais daqui, eu fico muito feliz. Essa gestão realmente é muito boa! A unidade está crescendo e promovendo, ou seja, não está apenas sobrevivendo e, sim, buscando melhorar cada vez mais a qualidade da assistência. Dificuldades sempre vão existir porque gestão é feita de desafios. Todo mundo vivencia isso diariamente, mas uma coisa que nunca podemos esquecer é que só existimos porque temos de cuidar bem dos pacientes que confiam nos nossos cuidados. Gratidão a Deus porque tornou o sonho possível e faz com que cada um venha trabalhar com ânimo e disposição, apesar de todos os problemas pessoais. Gratidão também a todos os colaboradores e, principalmente, à coordenação, que são o coração desta unidade e fazem as coisas acontecerem. Parabéns!”, finalizou.

A Unidade beneficia 23 bairros recifenses: Alto do Mandu, Apipucos, Casa Amarela, Jaqueira, Monteiro, Poço da Panela, Santana, Sítio dos Pintos, Tamarineira, Alto José Bonifácio, Alto José do Pinho, Mangabeira, Morro da Conceição, Vasco da Gama, Nova Descoberta, Brejo da Guabiraba, Brejo de Beberibe, Córrego do Jenipapo, Guabiraba, Macaxeira, Passarinho, Pau-Ferro e Dois Unidos.

Bloco Viver com Alegria desfila pelo 11º ano


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Gestores, profissionais de saúde, colaboradores e amigos do Hospital Maria Lucinda caíram no frevo, na última sexta, dia 14 de fevereiro, durante o desfile do Bloco Viver com Alegria. Fantasiados de personagens que fazem sucesso dentro e fora do cinema, como a Mulher Maravilha, ou apenas com a camisa do oficial da agremiação, os foliões de plantão circularam pelas ruas em torno da unidade de saúde dançando, cantado e espalhando alegria.

A organizadora do desfile e coordenadora do setor de Hotelaria do Hospital Maria Lucinda, Marina Silva, explicou que o desfile já faz parte do calendário de atividades da instituição. “Quando o ano começa, os funcionários já ficam ansiosos para saber o dia do desfile e se programarem para estar presentes. Já são 11 anos de história. O nosso desejo e continuar levando alegria por muitos e muitos anos”, afirmou.

O superintende, Luiz Alberto Araújo, também prestigiou o desfile. “Saí de uma cirurgia e vim direto para cá. O Bloco Viver com Alegria já é tradição e eu não podia ficar de fora. Como o próprio nome já reforça, o bloco é sinônimo de alegria”, afirmou.

Devido à sua avançada idade, a presidente da Sahima (Sociedade de Amigos do Hospital Maria Lucinda), Irene Almeida, não pode mais acompanhar o desfile do bloco, mas fez questão de participar da concentração. “Carnaval é sinônimo de alegria e esse bloco demonstra que é possível brincar, se alegrar e alegrar outras pessoas também. Parabéns a todos os organizadores”, reforçou.

Atrações – Além da orquestra Ciclone, quem abrilhantou o desfile foi um grupo do Bloco das Ilusões, bloco lírico com mais de três décadas de história; e de um personagem do Homem da Meia-Noite, que posou pra fotos e divertiu o público.

Hospital Maria Lucinda participa de mais um Mutirão de Saúde do Programa Chegando Junto

A ação, promovida pela Prefeitura da Cidade do Recife, acontece simultaneamente em outras unidades de saúde da capital

 No último sábado, dia 14 de fevereiro, o Hospital Lucinda promoveu, em parceria com a Prefeitura do Recife, mais um Mutirão de Saúde do Programa Chegando Junto. Ao todo, mais de 600 foram beneficiadas com as consultas que envolveu diversas especialidades.

Para ser beneficiado com o projeto, que visa reduzir as filhas de espera, é necessário agendar o procedimento ou consulta através do Sistema de Regulação, via secretaria de saúde municipal do Recife (Sesau).

Chegando Junto

Lançado em junho, o Programa Chegando Junto reúne uma série de ações de assistência à população e apoio à geração de renda em prol da população que vive nas áreas mais vulneráveis da cidade. Uma das iniciativas são as Frentes de Trabalho Miguel Arraes, que pagam diárias a quem colabora com os mutirões de retirada de entulhos (bens inservíveis) no entorno de unidades de saúde, por exemplo.

Já foram realizados também minicursos de formação com foco no empreendedorismo e na geração de renda, como corte de cabelo, manutenção de bicicleta e artesanato, incluindo a entrega de kits com o material necessário para início das atividades. Também começaram a ser sorteados mensalmente 100 kits com bicicleta e smartphone com pacote de dados para que os beneficiados aumentem sua renda prestando serviços para os diversos aplicativos de entrega em domicílio disponíveis no mercado.

 

Bloco Viver com Alegria

Já estão à venda os kits do bloco Viver com Alegria, agremiação carnavalesca formada por colaboradores e amigos do Hospital Maria Lucinda, que sairá às ruas da zona oeste do Recife ao som de orquestra de frevo no dia 14 de fevereiro. Neste ano, o bloco promete não deixar ninguém fora do frevo, os interessados em participar já podem adquirir o kit por R$ 25,00, no setor de hotelaria do Hospital, o que dá direito a um abadá e bebida. Para maiores informações é necessário ligar para o número 3267-4200 e pedir para transferirem para o setor de Hotelaria (Falar com Marina ou Laise)

Os cuidados com as crianças no verão: acidentes domésticos são comuns durante a estação

Por Fernanda Serpa, Coordenadora da Pediatria do Hospital Maria Lucinda, e Luiza Menezes, Pediatra.

O início do ano no Brasil é marcado pelo verão, férias escolares e muita diversão. Mas para que essa época seja bem aproveitada e deixe apenas boas e afetuosas lembranças, é importante estarmos atentos a alguns cuidados e não esquecer que a prevenção é o melhor remédio. Dados do ministério da saúde afirmam que os acidentes são a primeira causa externa de morte na infância e que em 80% dos casos ocorre dentro do ambiente doméstico.

Alguns ambientes não devem ser palco de brincadeiras, como ruas onde passam carros e garagens em geral. E locais como piscinas e parques, as crianças devem estar sempre sob supervisão rigorosa.  Como em janeiro as crianças também passam mais tempo em casa, precisamos redobrar a atenção nos perigos e seguir rigorosamente dicas de segurança:

1. Tomadas e eletricidade devem ser isolados com protetor específico;

2. Materiais de limpeza devem ser armazenados fora do alcance das crianças;

3. Facas, tesouras e outros instrumentos que cortam devem ficar bem guardados;

4. Escadas devem ter corrimão e, se necessário, grade;

5. Banheiras, baldes e reservatórios de água devem estar sempre vazios, virados ou bem tampados;

6. Panelas e garrafas quentes, mantidos longe das crianças;

6. Forno e ferro, quando ligados, cuidado redobrado.

Vale ressaltar que os acidentes com crianças tem sido cada vez mais associados ao uso excessivo de celulares pelos cuidadores durante o ocorrido. O aumento no número de afogamentos nesse contexto tem preocupado o mundo inteiro. Na Alemanha, de acordo com informações do “The Guardian”, o número de afogamentos de crianças durante o verão aumentou consideravelmente associado ao uso do celular pelos pais.

Se mesmo assim ocorrer, é importante ter alguma noção de primeiros socorros, como colocar queimaduras em água corrente, não manusear a criança em caso de queda com perda de consciência, manobras para resgatar engasgos, reanimação cardiovascular e, claro, saber o telefone do SAMU: 192.

Mas com essas dicas simples, devidos cuidados preventivos, supervisão de um adulto, protetor solar nos horários de sol e repelente ao final do dia: a brincadeira com final feliz está garantida!

Missa especial celebra o Natal do Hospital Maria Lucinda

O Hospital Maria Lucinda celebrou, nesta sexta-feira (6), a tradicional Missa de Natal, realizada na Capela do Colégio Virgem Poderosa, no bairro do Recife. A cerimônia foi conduzida pelo Padre Marcelo Silva, capelão do hospital. Estiveram presentes diretores, funcionários, colaboradores, pacientes e amigos de todas as unidades geridas pela Fundação Manoel de Almeida.

Durante a celebração, o Padre Marcelo Silva fez questão de ressaltar o verdadeiro significado do Natal: o nascimento de Jesus e a esperança de novas bênçãos. “O ano está terminando e devemos lembrar que teremos mais 365 dias para realizar o que havíamos planejado”.

Em um momento emocionante, uma encenação registrou o nascimento do menino Jesus. Representando a Sagrada Família, uma funcionária do Marilu, acompanhada de seu marido, interpretaram Maria e José no momento da chegada do filho de Deus. O casal, que é venezuelano, representou também todas as famílias que fazem parte do corpo de colaboradores do hospital.

“Esse momento especial simboliza a esperança, a espera pela chegada do menino Jesus, que é o verdadeiro símbolo do Natal”, disse a Irmã Fabíola Alencar a, diretora financeira do Hospital.

Quinta edição do Workshop da Pessoa Idosa no Hospital da Família Maria Lucinda discute o empoderamento e os direitos da pessoa idosa

Segundo o IBGE, em 2017, havia 28 milhões de idosos no Brasil, esse número deve dobrar até 2042

 O empoderamento e os direitos da pessoa idosa foram tema da quinta edição do Workshop da Pessoa Idosa, realizado pelo Hospital da Família Maria Lucinda na tarde da quarta-feira (30). O encontro reuniu idosos, estudantes e profissionais de serviço social no auditório da Casa da Providência.

Realizado anualmente no mês em que se celebra o Dia Internacional do Idoso, comemorado no dia 1º de outubro, nessa 5ª edição foi discutido “A pessoa idosa: direitos, empoderamento, prevenção e violência”.

A primeira palestra foi ministrada por Anita Reno Morethe, assistente social especialista em Saúde da Pessoa Idosa do IMIP. Anita falou sobre as diferentes fases do envelhecimento. “Hoje já se começa a pensar num idoso que consegue ter uma rotina maior e melhor, sendo empreendedor, provedor, com diretrizes e direitos fundamentais que o protegem”, analisou.

Em seguida, foi a vez de Eliane Ferreira, psicóloga, especialista em Psicologia da Educação, que explicou o que são tristeza e depressão, chamando a atenção para a diferença entre elas. “Temos que entender a importância da família nesse cenário, porque é preciso ficar atento a todos os sinais que o idoso pode dar”, explicou.

A reforma da previdência, em tramitação no Congresso Brasileiro, foi o tema da palestra da assistente social e professora da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) Laudicena Barreto. “A pessoa idosa da classe trabalhadora precisa estar ciente dos seus direitos sociais, das leis que a protegem e da sua autonomia econômica. É uma mudança que vai afetar milhões de brasileiros e, por isso, deve ser acompanhada de perto”, disse a especialista.

A coordenadora do Serviço Social do Hospital da Família Maria Lucinda, Maria de Fátima de Santana, diz que o evento é muito relevante para que o idoso encontre seu espaço na sociedade. “Precisamos abordar a questão do empoderamento do idoso para que todos saibam que a realidade mudou: o idoso de hoje é atuante e deve ser respeitado”, comentou.

Encerrando a 5ª edição do workshop, foi oferecido um coffee break e foram distribuídos kits informativos e educativos.

 

Página 1 de 912345...Última »