Serviço Social promove palestra sobre violência contra criança e adolescente

O Serviço Social do Hospital Maria Lucinda promove, na próxima quarta-feira (31), às 14h, a palestra Rompendo o Silêncio X Garantindo o Direito, que vai discutir a violência contra a criança e o adolescente e suas consequências na sociedade. O encontro acontecerá no Centro de Estudos do Maria Lucinda.

Foram convidados para palestrar Jorge Ferreira de Souza, Delegado da DPCA Olinda e Paulista, Luiz Carlos Cândido, Coordenador dos Conselhos Tutelares de Olinda, Eliane Ferreira da Silva, Psicóloga especialista em Psicologia Educacional, e Pedro Henrique Soares Ribeiro, Pedagogo e Coordenador do Programa de Defesa dos Direitos Humano de Crianças e Adolescentes e do Fórum de Defesa dos Direitos Criança e Adolescente de Recife.

As inscrições podem ser feitas através do e-mail servico.social@hospitalmarialucinda.com. No dia do evento, os participantes devem levar um pacote de fralda geriátrica para confirmar a inscrição. Será entregue certificado de carga horária de 3 horas para os participantes.

As vagas são limitadas.

Para mais informações, ligue: (81) 3267.4222

Mais leitos e novos equipamentos para a UTI

 

Os pacientes de convênios particulares que procuram os serviços do Hospital Maria Lucinda poderão contar com novas estruturas e equipamentos a partir deste primeiro trimestre do ano. Além de novos leitos, a unidade também irá dispor de modernos monitores multiparamétricos, doados pela Fundação Itaú Social e que serão instalados na UTI.

Segundo a diretora Administrativa Ana Cristina Passavante, as novidades deverão resultar em uma maior geração de receita ao hospital. “Vamos economizar nos aluguéis dos monitores de UTI e com a abertura de novos leitos, o hospital deverá ampliar o número de atendimentos privados”, afirma.

Ainda de acordo com Ana Cristina, a iniciativa também irá beneficiar os pacientes carentes que dependem, exclusivamente, dos serviços de saúde pública e filantrópica. “Esses novos recursos serão investidos no próprio hospital, que vai poder transformar essa verba em melhorias para o atendimento aos pacientes oriundos do SUS”, explicou.

Leitos e monitores – Ainda neste primeiro trimestre, 17 novos leitos, sendo seis pediátricos, serão entregues aos pacientes de convênios particulares. O início será gradual, com previsão de utilização de 100% nos próximos meses. Nesse mesmo período, sete novos monitores multiparamétricos começarão a ser utilizados na UTI. Estes equipamentos monitoram os parâmetros vitais dos pacientes, como as frequências cardíaca e respiratória, a pressão não invasiva e o nível de oxigenação do sangue. “Os aparelhos custam R$ 49 mil e foram doados pela Fundação Itaú Social, iniciativa do banco junto a instituições filantrópicas. As máquinas serão utilizadas 24 horas por aproximadamente 20 pacientes por mês”, ressalta Ana Cristina.

Nena Queiroga e convidados esquentaram a 14ª edição do Forró da Mamãe

 

Uma noite de muito forró, animação e solidariedade. Cerca de 600 pessoas prestigiaram a 14ª edição do Forró da Mamãe, promovido pela SAHIMA (Sociedade dos Amigos do Hospital Infantil Maria Lucinda), que reuniu um time de consagrados forrozeiros pernambucanos convidados por Nena Queiroga em prol do Hospital Maria Lucinda, no dia 17 de maio, na sede da AABB, no bairro das Graças.

Nena Queiroga, madrinha da festa, cantou os maiores sucessos do forró pé-de-serra acompanhada pela banda de Leandro Lima e do sanfoneiro Luizinho de Serra, que desembarcou no Recife vindo de turnê na França no dia do arraial. A anfitriã chamou ao palco os ilustres artistas Josildo Sá, Irah Caldeira, João Lacerda, Rogério Rangel, Marcos Santtana, Fabiana Pimentinha Alcymar Monteiro, Liv Moraes, Luciano Magno, Neném Oliveira, Novinho da Paraíba, Cezzinha, Dudu do Acordeon, Benil, além dos estreantes João Victor do Acordeon e Kelly Rosa.

Nena, uma das maiores entusiastas do Forró da Mamãe, falou da relação que tem com o hospital. “Participo dessa festa há oito anos e a missão do artista é tornar o mundo melhor através da arte. A SAHIMA é a nossa segunda casa, pois estamos sempre próximos do hospital, sempre ajudando. Estou orgulhosa dar essa contribuição como artista, e tenho certeza que todos os músicos que chegam compartilham desse sentimento”, comentou.

A presidente da SAHIMA, Dona Irene Almeida agradeceu a todos os artistas. “Cada ano tem sido mais concorrido e nós temos muita sorte de poder fazer uma festa tão alegre. Não tenho palavras para agradecer a Nena, porque é ela que anima os outros artistas a ajudar o nosso hospital. Nós agradecemos a colaboração de todos”, disse sob aplausos. O superintendente do Maria Lucinda, o médico Luiz Alberto Pereira de Araújo, também agradeceu. “Nosso Forró já se tornou tradição no calendário das prévias juninas do Recife e a cada ano tem se mostrado maior. A arrecadação da festa vai ajudar pra que nós possamos continuar oferecendo eficiência e carinho de sempre aos que nos procuram ”, ressaltou.

Ana Cristina Passavante, diretora Administrativa, falou do reconhecimento por parte dos artistas. “Todo valor arrecadado aqui será revertido ao hospital, e nós agradecemos a todos que contribuem para o sucesso do nosso forró há 14 anos”, comemorou. Já a diretora Financeira, Irmã Fabíola disse que é muito bom saber que os artistas e a cultura pernambucana valorizam o trabalho do Maria Lucinda e acreditam no trabalho realizado na instituição. A festa contou ainda com barracas de comidas típicas juninas e sorteio de brindes para o público.

 

Confira mais fotos no link https://goo.gl/wKkFYR

UPA Caxangá realiza Semana da Enfermagem e Serviço Social

Em alusão ao Dia do Enfermeiro e do Assistente Social, comemorados no dia 12 e 15 de maio, a UPA Caxangá preparou uma semana repleta de atividades para homenagear esses profissionais que trabalham na unidade de saúde. De 12 a 19 de maio, foram realizadas diversas ações, como palestras relacionadas a temas pertinentes as duas áreas, momentos de saúde e bem-estar, homenagens, entre outras atividades.

Na abertura do evento, os enfermeiros foram recebidos pela diretora Geral e a coordenadora administrativa, Josa Almeida e Georgia Assunção, respectivamente; que deram as boas-vindas a todos os participantes.

Durante a ação, as coordenadoras de Enfermagem e do Serviço Social da unidade, Jaylene Egito e Edilce Barbosa, falaram sobre a importância das profissões no ambiente hospitalar. “Essa é a primeira vez que realizamos um evento como esse na unidade devido ao imediatismo do ambiente de pronto atendimento. Mesmo de forma simbólica e simples, estamos trazendo o melhor que pudemos para elogiar esses profissionais que se dedicam diariamente ao cuidado com o paciente”, explicou a coordenadora de Enfermagem da UPA, Jaylene Egito.

Já a coordenadora do Serviço Social, Edilce Barbosa, destacou a importância do evento. “Essa é uma forma de estimular o trabalho de cada um que faz a Upa Caxangá. Todos aqui têm um papel fundamental para que nossos pacientes tenham cada vez  mais um atendimento melhor. Além de promover a confraternização e interação entre as equipes”, disse a coordenadora.

Ainda na ocasião, a assistente social Swany Ramos fez a apresentação de um caso real ocorrido , onde o serviço social foi de extrema importância para a reabilitação do paciente. E, para encerrar houve a entrega de uma premiação simbólica ao técnico de enfermagem, Graciano Medeiros, que foi escolhido pela equipe como destaque do setor.

Houve também uma confraternização e coffee break para encerrar o primeiro dia de atividades.

 

 

Campanha Campanha Doar é um gesto de amor. Multiplique!

Diariamente o #HospitalMariaLucinda administra cerca de 150 doses de remédio, o que totaliza 4500 por mês. Para conseguir suprir essa e outras necessidades básicas dos pacientes, a instituição depende da sua doação. Para contribuir com o hospital basta ligar para o (81) 2123-4040. #PorqueDoarÉUmGestodeAmor #DoarÉumGestoDeAmorMultiplique

Telemaketing lança nova campanha para ampliar doações

Com o objetivo de ampliar a quantidade de doações, o Telemarketing do Hospital Maria Lucinda vai lançar mais uma campanha no próximo mês de março. Ancorada no mote: Doar é um gesto de amor. Multiplique, o plano de mídia contará com diversas peças, como banners, outbus, adesivos e panfletos. A campanha também será divulgada nas redes sociais do Maria Lucinda. Todas as novidades podem ser conferidas através do endereço www.facebook.com/hospitalmarialucindaoficial.

A coordenadora do Telemarketing, Andréa Soares, explica que o Maria Lucinda vem enfrentando dificuldades nos últimos meses em decorrência da queda do número de doações. “Essa campanha não é apenas para aumentarmos a quantidade de contribuintes, e sim sensibilizar antigos e novos doadores e se tornarem assíduos”, afirmou.

Ela também explica que todo o valor arrecado com as doações é destinado à compra medicamentos, alimentos e outros suprimentos de extrema importância para os pacientes. É possível ajudar o Maria Lucinda doando qualquer valor na conta da instituição (Banco Bradesco – Agência: 2518 Conta/Corrente: 1456-7). O Telemarketing também dispõe de mensageiros que se dirigem às residências das pessoas interessadas em doar, para recolher as doações. Todas as informações podem ser obtidas pelos telefones 2123-4040 ou 2123-4000.

Docentes e alunos de Medicina da Unicap contam com completa estrutura hospitalar no Maria Lucinda

A coordenadora do curso de Medicina, Erideise Gurgel (à direita), com alunos da Unicap

 

Pautado pela ética, qualidade e humanização desde o início de sua história, o Hospital Maria Lucinda tem desempenhado um importante papel na formação de profissionais de saúde do estado. Esse reconhecimento fez com que a instituição, conhecida como o Hospital da Família, fosse escolhida para se tornar um dos hospitais-escola do primeiro curso de Medicina da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), instituído em 2014.

No Maria Lucinda, os docentes e alunos têm à disposição uma completa estrutura dedicada à construção dos conhecimentos teóricos e práticos necessários nas especialidades de Clínica Médica e Pediatria. Entre as novidades da parceria para 2017, está a implantação do ambulatório experimental de Clínica Médica, criado para contribuir na percepção e desempenho da função social e humanizada na atenção à saúde do paciente.

Para a Prof. Erideise Gurgel, coordenadora do curso de Medicina e uma das responsáveis pela sua implantação na Unicap, a parceria tem apresentado bons resultados. “O Maria Lucinda está conosco desde 2012, ainda na fase de montagem do projeto pedagógico. A partir daí, prosseguiram as demais etapas e seguimos desenvolvendo essa integração que tem sido um sucesso. Nossa visão, enquanto coordenação, é que os objetivos e metas estão sendo alcançados, abrindo espaço para uma futura ampliação de projetos entre o Maria Lucinda e a universidade”, disse.

Já o assessor pedagógico e professor de Medicina da Unicap, Álvaro Vieira de Mello, enfatizou que o Maria Lucinda oferece o ambiente ideal para o desenvolvimento das práticas médicas dos alunos. “O Hospital oferece um aspecto essencial e importante que é a possibilidade dos alunos, ainda no estágio inicial ao curso, terem contato com os pacientes da Enfermaria e Ambulatório de Pediatria. Através dessa iniciativa e graças à grande abertura oferecida pela direção do Maria Lucinda, os estudantes conseguem vivenciar a experiência prática e útil do trabalho médico”, destacou o docente.

Parceria – Firmado em 2012, o convênio contempla a cooperação acadêmica-prática entre a Universidade Católica de Pernambuco e hospitais administrados pelo Governo do Estado, instituições de saúde filantrópicas como o Maria Lucinda e a Santa Casa de Misericórdia; além de parcerias com policlínicas e unidades de saúde da família do Recife. Atualmente, o curso de Medicina conta com 310 alunos e tem previsão de conclusão da primeira turma no segundo semestre de 2020.

CUPER é referência em Urologia no Estado

Fábio Vilar, urologista do CUPER

O Hospital Maria Lucinda oferece, desde 2001, através do CUPER (Central Urológica de Pernambuco), um serviço especializado no diagnóstico e tratamento de doenças do sistema urológico. Idealizado e criado pelos seus fundadores, os médicos Salvador Vilar, Luiz Alberto Pereira, Evandro Falcão, Ricardo Corrêa de Araújo e Fábio Vilar, com a ajuda de uma equipe multidisciplinar, a unidade hoje é referência em Pernambuco.

Criado há mais de 15 anos, o CUPER realiza desde o diagnóstico e tratamento de doenças mais comuns como os cálculos renais, incontinências urinárias até das doenças mais graves a exemplo do câncer de próstata. Com uma média de 60 pacientes atendidos por dia, entre adultos e crianças vindos do SUS e de convênios particulares, o CUPER consegue atender a uma faixa mais ampla da sociedade.

Segundo Fábio Vilar, urologista do setor, o Maria Lucinda precisava dar uma atenção especial a essas doenças. “Hoje atendemos pacientes com problemas comuns, mas também cuidamos de casos mais graves, como o câncer de próstata, onde tratamos a doença desde o seu início, com medidas preventivas e diagnósticos precoces, além de realizar seu tratamento, com cirurgia ou medicação”, ressaltou o médico, que fez questão de destacar a participação do CUPER na campanha internacional Novembro Azul, mês destinado à prevenção do câncer de próstata.

Fábio Vilar disse ainda que o serviço mais procurado é o tratamento contra cálculos renais. “Temos um convênio com a Secretaria de Saúde do Estado que nos torna o único serviço em Pernambuco a oferecer a Litotripsia Extracorpórea, um tratamento exclusivo que utiliza ondas mecânicas no combate a essas pedras nos rins”, enfatizou. O CUPER reúne profissionais especialistas em Urologia, Nefrologia, Oncologia, e realiza Raio-X e Ultrassom.

Em seis anos, UPA Nova Descoberta realiza mais de 800 mil atendimentos

A comemoração aconteceu no dia 15 de fevereiro

Desde a sua inauguração, no ano de 2010, a Unidade de Pronto Atendimento Solano Trindade, a UPA Nova Descoberta, que é administrada pelo Hospital Maria Lucinda, tem alcançado números expressivos. Nesses primeiros seis anos de atuação foram contabilizados 818.223 atendimentos. Desse total, 530.883 foram em Clínica Médica, 132.787 na Ortopedia, 114.663 na Pediatria e 39.890 na Emergência Odontológica. Além desses números, também foram realizados 662.636 procedimentos, sendo 188.837 radiodiagnósticos, 36.405 eletrocardiogramas e 437.394 patológicos.

De acordo com o coordenador médico da unidade, Paulo Magalhães, as UPAs de um modo geral representam um marco de melhoria da assistência das urgências em Pernambuco, desafogando os grandes hospitais públicos. “A UPA Nova Descoberta merece destaque por se encontrar numa área muito carente e que inicialmente era totalmente desprovida de assistência médica, principalmente da básica. A nossa unidade vem desempenhando um papel importante e acreditamos que com o apoio de todos os funcionários da instituição, continuaremos oferecendo serviços de qualidade para os usuários do SUS”, declarou.

Para festejar o aniversário da UPA, diretores, gestores, profissionais de saúde e funcionários participaram de uma pequena comemoração no dia 15 de fevereiro. O evento também foi prestigiado pelo superintendente, Luiz Alberto Araújo, pela diretora Administrativa e Financeira, Ana Cristina Passavante, e a Irmã Fabíola. A comemoração foi encerrada com o tradicional corte de bolo.

Localizada em uma área denominada Cinturão Oeste, a UPA funciona 24h e beneficia cerca de 500 mil moradores dos bairros de Alto do Mandu, Apipucos, Casa Amarela, Jaqueira, Monteiro, Poço da Panela, Santana, Sítio dos Pintos, Tamarineira, Alto José Bonifácio, Alto José do Pinho, Mangabeira, Morro da Conceição, Vasco da Gama, Nova Descoberta, Brejo da Guabiraba, Brejo de Beberibe, Córrego do Jenipapo, Guabiraba, Macaxeira, Passarinho, Pau Ferro e Dois Unidos.

A unidade conta com 223 profissionais e é equipada com 21 leitos de Enfermaria, sendo quatro de Pediatria, 11 para pacientes adultos que recebem a pulseira amarela, cinco para pulseira vermelha, além de uma de isolamento. A UPA também conta com salas de raios-X e nebulização, ambulância, cadeiras de rodas e Emergência Odontológica, que conta com cirurgiões-dentistas de plantão das 7h às 19h, todos os dias da semana, incluindo domingos e feriados.

UPA Caxangá divulga balanço de 2016

Assim como a UPA Nova Descoberta, a UPA Caxangá, que também é administrada pelo Maria Lucinda, vem desempenhando serviços com qualidade no estado. Em 2016, a unidade contabilizou 138.249 atendimentos, sendo 84.865 em Clínica Médica, 23.7879 na Ortopedia, 23.296 na Pediatria e 6.909 no Serviço Social.

“Todos esses números reforçam o comprometimento que todos da instituição têm com a população usuária do SUS. Como o nosso objetivo é continuar melhorando os nossos serviços em todos os aspectos, para 2017 temos como meta melhorar a qualidade da informação com a implantação do prontuário eletrônico, na busca pela excelência no atendimento”, declarou a coordenadora-geral da unidade, a médica Josa Almeida.

A UPA Caxangá dispõe de 19 leitos de Enfermarias, quatro para pacientes críticos (classificação vermelha), quatro para repouso pediátrico (classificação amarela), dez para repouso adulto (classificação amarela) e um leito de isolamento. A unidade conta ainda com apoio diagnóstico de Raio–X, exames de eletrocardiograma, exames laboratoriais e salas de medicação, sutura, nebulização e imobilização.

Página 8 de 8« Primeira...45678