Centro de Referência em Doenças Raras do estado divulga balanço de atendimentos e promove atividade no Dia Mundial das Doenças Raras

Inaugurado em novembro de 2018, o Rarus, primeiro Centro de Referência em Doenças Raras do estado, sob a administração do Hospital Maria Lucinda, já realizou mais de 500 atendimentos( 227 triagens e 300 consultas subsequentes)Para comemorar os números e lembrar o Dia Mundial das Doenças Raras, o Rarus promoveu, na manhã de hoje, um café da manhã especial para pacientes e acompanhantes.

De acordo com o hepatologista Pediátrico e coordenador do Serviço, Marcelo Soares Kerstenetzky, o sentimento é de gratidão. “Esse quantitativo é muito maior do que a gente esperava. Inicialmente, havíamos pensado em 100 atendimentos por mês, mas estamos superando essa meta em quase 80%. O melhor de tudo é saber que estamos melhorando a qualidade de vida desses pacientes e de seus familiares, o que nos deixa felizes”, ressaltou.

Ainda de acordo com o coordenador, o Rarus tem várias missões e uma delas não é só fazer o diagnóstico, e sim compartilhar conhecimento. “Quando compartilhamos conhecimento, multiplicamos a esperança de vida dos pacientes. Nosso objetivo é crescer em quantidade e qualidade, oferecendo uma assistência de excelência para os pacientes, transformando esperança em realidade”, reforçou.

O superintendente do Hospital Maria Lucinda, Luiz Alberto Araújo prestigiou o evento.  “No estado, os pacientes com doenças raras não tinham a atenção exclusiva e o Rarus chegou para suprir essa carência. “Estamos muito felizes com o resultado desse primeiro trimestre porque aqui os pacientes estão recebendo um atendimento de excelência, pois a missão do Maria Lucinda é oferecer uma medicina de qualidade aos pacientes mais necessitados, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *