Conhecendo o Maria Lucinda: Setor de Hemodiálise

Os pacientes com Insuficiência Renal Crônica atendidos no Hospital Maria Lucinda dispõem de uma ampla e moderna estrutura para realizar a hemodiálise, que é uma terapia renal substitutiva em que uma máquina exerce a função do rim doente, limpando e filtrando o sangue eliminando assim as toxinas do organismo.
O serviço conta com duas salas adaptadas com equipamentos de última geração e uma equipe multidisciplinar composta por 16 médicos, cinco enfermeiros, uma assistente social, uma nutricionista e dez técnicos de enfermagem.
Atualmente, são 214 pacientes oriundos do SUS em tratamento dialítico, que fazem hemodiálise quatro vezes por semana, em média, durante quatro horas. “Antigamente, só tínhamos espaço para atender 56 pacientes, o que era muito pouco, tendo em vista a demanda do hospital. Com a última reforma, em 2014, quadruplicamos esse número, oferecendo cada vez mais e melhor esse serviço”, explicou o diretor administrativo e nefrologista, Rodrigo Bezerra.
Segundo o diretor médico da Hemodiálise do Maria Lucinda, Rodrigo Leite, a principal missão de todos que trabalham na instituição é garantir que o paciente seja bem tratado e acolhido. “Sabemos do sofrimento que essas pessoas passam por causa da situação social, do tratamento e da doença em si. Por isso, buscamos oferecer o que há de melhor e proporcionar o máximo de bem-estar a esses pacientes”, disse. O setor de Hemodiálise do Hospital Maria Lucinda funciona de segunda a sábado, das 6h às 20h, no prédio do ambulatório.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *