Missa de Natal reúne gestores, funcionários, pacientes e amigos do Hospital Maria Lucinda

Em clima de muita alegria e gratidão, o Hospital Maria Lucinda realizou, na manhã do dia 13 de dezembro, na capela da Casa da Providência, a tradicional Missa de Natal. Participaram da celebração o presidente da instituição, Arnaldo Almeida; o superintendente, Luiz Alberto de Araújo; a diretora Administrativa, Ana Cristina Freitas; a diretora Financeira, irmã Fabíola Alencar; a presidente da Sahima, Irene Almeida; além de muitos gestores das unidades administradas pela Fundação Manoel de Almeida, irmãs da Comunidade de São Vicente de Paulo, pacientes e amigos.

Destaque para um momento especial que emocionou a todos: um casal e um bebê (simbolizando José, Maria e o menino Jesus) entraram na capela na companhia de três homens (simbolizando os reis magos), formando um presépio humano. Os participantes da encenação são funcionários e o bebê que representava Jesus é o filho da funcionária que fez o papel de Maria.

Durante a homilia, o padre Marcelo Silva reforçou que o Natal é muito mais do que trocar presentes e festa. “Estamos aqui para agradecer ao Senhor pelas bênçãos e graças que ele derramou. Também devemos pedir perdão, pois ao longo da nossa caminhada, muitas vezes não conseguimos agir de acordo com a vontade de Deus. Vamos pedir perdão pelos momentos que não deixamos a luz do menino Jesus brilhar em nossas vidas. O ano de 2018 está terminando e, se você não realizou o que havia planejado, lembre-se de que são mais 365. Não se prenda ao passado, pense no futuro”, finalizou.

“Agradeço a todos que fazem parte dessa grande família e a Deus por nos dar força e saúde para continuarmos essa grande missão iniciada pelo meu bisavô. Todos vocês são muito especiais para nós. O meu desejo é que permaneçamos juntos, cuidando dessa obra que, em 2019, completará 90 anos de existência”, afirmou o presidente Arnaldo Almeida.

O superintendente, Luiz Alberto agradeceu as conquistas de 2018. “Este é um momento para celebrar o Natal e a vida de todos que fazem parte da grande família Maria Lucinda. É também uma oportunidade para agradecer por tudo que passamos durante o ano e este, especialmente, nós temos muito a agradecer, pois Deus foi generoso conosco. Realizamos novos empreendimentos, como o Centro de Doenças Raras (Rarus), cumprimos com as nossas metas programadas e atendemos todos os pacientes que estavam agendados. Que, em 2019, Deus no ajude a fazer ainda mais”, ressaltou.

“Temos muitas razões para agradecer ao Menino Jesus por nos ter ajudado a realizar com êxito a nobre missão de fazer o Hospital Maria Lucinda. Podemos dizer, com certeza, que a união de cada colaborador desta obra faz do nosso hospital uma gruta de Belém, pois aquela humilde gruta que acolheu o Menino Jesus é símbolo de esperança que brota do seio de uma família. E nós somos uma família que, durante este ano, conseguiu levar esperança para inúmeras famílias, através do nosso serviço prestado”, ressaltou a irmã Fabíola Alencar.

Por fim, a vice-presidente Givanete Almeida declamou a poesia ”Quando o príncipe visitou o presídio, de Myrtes Mathias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *