Missa em Ação de Graças celebra os 90 anos do Hospital Maria Lucinda

O Maria Lucinda cuida da saúde dos pernambucanos com qualidade e humanismo, antes de quase seis décadas de o SUS ser instituído no Brasil

Fé, gratidão e emoção. Foram esses os sentimentos que uniram gestores, irmãs de caridade, colaboradores, voluntários, amigos e parceiros do Hospital da Família Maria Lucinda na celebração da Missa em Ação de Graças que marcou o início das comemorações dos 90 anos de fundação do Hospital Maria Lucinda.
A celebração eucarística aconteceu no dia 13 de junho, na Capela Nossa Senhora das Graças. Na ocasião, a Missa contou com a participação da funcionária Suzy Liberato, que acompanhada pelo músico Paulo Henrique, entoou os cânticos da celebração.

Dona Irene, neta do comendador Manoel de Almeida e presidente da Sociedade dos Amigos do Hospital Maria Lucinda (Sahima); o médico Luiz Alberto de Araújo, superintendente-geral do Hospital; e Arnaldo José Almeida, bisneto do comendador e presidente da instituição, entraram trazendo a vela acesa, que simboliza a fé viva dos cristãos.

A missa, presidida pelo padre Marcelo Silva, foi marcada por momentos emocionantes desde os ritos iniciais. Durante a homilia, o religioso ressaltou o compromisso de todos que fazem o Hospital Maria Lucinda diariamente, diante da escassez de recursos destinados à saúde pública do Brasil. “O Hospital Maria Lucinda foi criado para cuidar das crianças carentes da zona norte do Recife, hoje, atende a toda a família”, ressaltou.

Os depoimentos dos médicos que estão à frente dos serviços oferecidos pelo hospital à população há mais de 50 anos foram emocionantes, bem como o da irmã Ana Maria, a mais antiga representante das irmãs de caridade na unidade.

O superintendente-geral Luiz Alberto lembrou pessoas que escolheram viver em prol do Maria Lucinda. “Agradecemos primeiro a Deus, que nos dá coragem de perseverar em fazer sempre o nosso melhor para as centenas de pacientes que confiam em nossas mãos o seu bem maior: sua vida. E destaco que, para chegarmos até aqui, tivemos contribuições de exemplo de dedicação e doação essenciais na nossa trajetória de 90 anos: o médico
Frederico Cavalheira, e as irmãs Rocha, Almeida e Antoné”, disse.

Após a celebração, foi servido um almoço especial, que reuniu os gestores e funcionários do hospital. Na ocasião houve o tradicional “Parabéns pra você” e o corte do bolo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *